]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Os 3 tipos de certificado SSL e qual é o melhor para você
Conheça as modalidades de certificação e veja é a ideal para seu negócio
Por Tiago Bosco em 28/08/2017
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!



Colaborou com essa reportagem: AbraHosting (Associação Brasileira de Empresas de Infraestrutura de Hospedagem na Internet) - http://abrahosting.org.br e Hostnet (Colaborou com essa reportagem: AbraHosting (Associação Brasileira de Empresas de Infraestrutura de Hospedagem na Internet) - http://abrahosting.org.br e UOL Host (www.uolhost.com.br)


Se você tem um site, provavelmente já ouviu falar em certificado SSL. Eles são selos de segurança digitais que mostram para o consumidor que todas as informações trocadas por meio do seu endereço são criptografadas, o que faz seu site mais seguro.


Recentemente, ter um SSL se tornou ainda mais importante, uma vez que os navegadores começaram a acusar sites que não tinham o certificado de não seguros para a navegação, o que certamente assusta o usuário e pode até impedir que ele volte ao seu site.

O Google também já anunciou que prioriza a exibição de sites em suas páginas de busca que tenham o SSL. Em outras palavras, esse seria mais um dos vários fatores de SEO que determinam a colocação de um site no Google.

Tudo isso fez com que esses elementos se tornassem indispensáveis, e todo mundo começou a correr atrás de um certificado. Mas você sabia que não existe apenas um tipo de SSL? E que eles podem validar não só o domínio do seu site, mas também sua empresa, enquanto organização física?
Se a resposta é não, não precisa fica tímido, porque você vai descobrir agora quais são os tipos de SSL e qual é o melhor para as suas necessidades. Vamos lá?!


#1 Domain Validated

Esse é aquele que todo mundo conhece. É o mais simples e popular entre os sites. O Domain Validated confere e valida apenas o endereço do site, confirmando que os dados transmitidos entre a empresa e o consumidor serão criptografados e as informações estarão seguras contra a interceptação de terceiros.

Esse sistema também certifica que o site foi registrado corretamente e que o administrador é mesmo responsável pela aquisição do certificado de segurança.

Normalmente é reconhecido pelos usuários quando aparece um cadeado ao lado da URL e pela palavra "Seguro" em alguns navegadores.

Além disso, tem extensão para dispositivos móveis, como smartphones e tablets, e para subdomínios, o que significa que tanto o seu domínio padrão, quanto outros com configuração do tipo www.loja.seudomínio.com.br ou www.blog.seudomínio.com.br serão atestados como seguros.

É indicado para sites e blogs que tenham formulários que precisem ser preenchidos com dados pessoais, como nome completo, telefone e e-mail, além de servidores de webmail e sistemas.


#2 Organization Validated

Esse certificado é bem menos conhecido que o Domain Validated, mas oferece uma validação muito mais abrangente.

O Organization Validated busca, além do domínio, dados sobre a instituição, como nome, documentação e localização da sede. Isso faz com que as empresas que tenham essa certificação apresentem maior credibilidade para o consumidor e inspirem mais confiança, já que foi atestado que não só o site é seguro, como a empresa é real e tem os dados disponíveis para consulta.

O certificado é indicado, principalmente, para lojas virtuais que dependem da confiança do consumidor para fechar negócio e trabalham com dados bancários e números de cartão de crédito.
É disponibilizado, ainda, um seguro de US$ 1,25 milhão contra a emissão indevida do certificado digital.


#3 Extended Validated
A mais completa de todas as certificações também é a que oferece a mais alta confiabilidade porque passa por verificações minuciosas e auditoria anual da KPMG, uma empresa internacional que inspeciona serviços e empresas.

Além do domínio e dos dados, o Extended Validated avalia a instituição física. Nesse modelo, uma equipe faz uma visita técnica e analisa o funcionamento da empresa para garantir sua idoneidade.
Esse certificado não é válido para subdomínio, sendo necessário a contratação de um Extented Validated para cada subdomínio criado, além do domínio principal.

O cadeado aparece na URL e a barra de endereço torna-se verde, o que reforça a percepção de que se trata de um site seguro.

É indicado para empresas de médio e grande portes, instituições financeiras, grandes e-commerces e órgãos governamentais.

A garantia contra a emissão de certificado indevido, nesse caso, é de US$ 1,5 milhão.
Pronto, agora você já sabe tudo o que precisa para contratar o certificado mais adequado para você e sua empresa! O próximo passo? Fazer a contratação!

Fonte: UOL Host (www.uolhost.com.br)

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)