]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Uma caneta com 16 milhões de cores
Cronzy permite recolher, gravar e utilizar as cores de qualquer objeto com apenas um toque
Por Tiago Bosco em 07/11/2016
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!



Já imaginou escrever ou desenhar com 16 milhões de cores sem precisar de ter essa mesma quantidade de canetas coloridas? Ou então, captar a tonalidade de qualquer objeto e poder utilizá-la imediatamente - como no Photoshop? Essa é a promessa dos inventores da caneta Cronzy (http://cronzy.com).

O dispositivo funciona com a ajuda de um aplicativo grátis que permite selecionar, guardar e compartilhar cores. Isso porque, além de contar com uma paleta extensa de cores já cadastradas, a caneta, por ser equipada com um "scanner" na parte superior, ao ser apontada para um objeto, digitaliza a sua cor em segundos. O amarelo de uma flor, o vermelho de um quadro ou o verde de um azulejo podem ser captados com precisão e recriados num papel ou até mesmo na pele.

Disponível em pré-venda nas cores preto e branco, a Cronzy oferece também a possibilidade de variação dos traços, com cinco pontas intercambiáveis de diferentes diâmetros. Dentro da caneta encontra-se um cartucho embutido, onde ocorre a mistura das tintas, e uma bateria interna, que necessita de recarga. Segundo os inventores, tanto os cartuchos como as baterias têm longa duração.

O projeto está a ser desenvolvido desde 2014 e conta atualmente com um protótipo. A equipa da Cronzy pretende produzir e lançar as canetas em 2017. Para isso, está realizando uma pré-venda pelo site Indiegogo (http://migre.me/vpIbu), com o objetivo de recolher investimentos e tornar possível sua comercialização.

Os preços variam entre 139 dólares, para uma unidade, e 1999 dólares, para conjuntos de dez unidades.

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)