]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Foi empreendedor por 25 anos, sendo atualmente Investidor Anjo e Conselheiro/Advisor de diversas empresas. É o fundador da Anjos do Brasil (www.anjosdobrasil.net), da Altivia Ventures (www.altivia.net.br) e autor do livro “Investidor-Anjo – Guia Prático para Empreendedores e Investidores” (www.investidoranjo.net)
Quais frutos uma boa mentoria pode trazer?
Diferenças entre um consultor, um mentor e um coach. - 03/10/2016
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!



Sempre reforçamos a importância de encontrar aliados durante a jornada empreendedora. Investidores anjo, inclusive, estão nessa categoria. Mas hoje vamos falar da importância do mentor (que também pode ser um investidor) e como ter alguém disposto a colaborar dessa forma com o seu projeto pode ser diferencial.


Antes de tudo é preciso ter em mente que existem diferenças entre um consultor, um mentor e um coach. Enquanto a consultoria traz soluções e o coaching provoca o empreendedor a refletir sobre as situações e a pensar em caminhos para resolvê-las, o mentor traz sugestões e conselhos baseados em suas experiências profissionais anteriores, além de poder criar conexões que sejam relevantes para o empreendedor.

A mentoria é uma atividade super positiva para as duas partes e agrega valor. Ainda duvida?
Veja as razões para procurar o seu mentor ou se tornar um agora mesmo!

Do lado do mentor
Mesmo sem ser remunerado por isso, a mentoria possibilita ao investidor sofisticar suas ferramentas de análise branda dos empreendedores, proporcionando uma visão que não é só de mercado, mas do perfil do empreendedor em si e suas características.

Mas não é só isso, o mentor precisa identificar uma certa sinergia com o projeto da startup e os seus empreendedores. Pensando a longo prazo, o mentor poderá contar sobre o seu trabalho e participação no direcionamento de um projeto incrível, e mesmo que não dê certo, tudo é experiência.

Do lado do empreendedor
Já para o empreendedor a possibilidade de contar com alguém que já tem uma experiência no assunto e conexões no ecossistema é uma oportunidade quase irrecusável. Naturalmente não é aconselhável que o empreendedor escolha qualquer um como mentor. Como já foi dito, é preciso ter um alinhamento do ideias. Somado a isso é possível destacar a importância de buscar um mentor que complemente as suas habilidades. Se você for um empreendedor especializado em programação e software, ter um mentor financeiro pode ser uma boa opção, por exemplo.

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)