]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Foi empreendedor por 25 anos, sendo atualmente Investidor Anjo e Conselheiro/Advisor de diversas empresas. É o fundador da Anjos do Brasil (www.anjosdobrasil.net), da Altivia Ventures (www.altivia.net.br) e autor do livro “Investidor-Anjo – Guia Prático para Empreendedores e Investidores” (www.investidoranjo.net)
Como montar um bom pitch
Como montar um bom pitch - 06/03/2017
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Antes de procurar por investimento é preciso ter algumas etapas já preparadas para apresentar sua startup ao investidor anjo, e o que não pode faltar é um bom pitch!

O pitch é a apresentação da sua startup, ou seja, a ferramenta usada para "vender" o seu negócio e convencer o investidor anjo a investir. Em primeiro lugar, o pitch deve ser claro e objetivo, tanto que o tempo de apresentação dele é curto, normalmente podendo variar de 1 a 10 minutos.

O importante não é passar muito tempo mostrando seu projeto, mas conseguir apresentar o diferencial da sua startup, o problema que ele resolve e porquê os investidores devem aportar recursos no seu empreendimento.

Ou seja, expor informações que sejam capazes de chamar atenção do anjo. Veja alguns pontos que não podem faltar na sua apresentação:

Negócio:
No seu pitch você deve expor o problema ou uma oportunidade de negócio no mercado para então, mostrar qual a solução inovadora da sua startup.
Depois descreva o produto ou o seu serviço que tem como proposta suprir essa necessidade ou espaço no mercado. Também apresente as suas funcionalidades e o seu cronograma de desenvolvimento, explicando o porquê de realizar esse projeto naquele momento. Não se esqueça de enfatizar qual o diferencial da sua solução em relação ao que já existe.

Mercado:
Apresente a estimativa do tamanho do mercado e seu potencial de crescimento.

Estratégia:
Demonstre como os clientes serão alcançados em uma operação eficiente e de baixo custo.

Equipe:
Apresente um perfil dos sócios fundadores com suas experiências, diferenciais, se já participaram de outro negócio e sua formação. Lembre-se que é importante ter um time incrível, complementar e com experiência relacionada ao mercado de atuação da sua empresa. A capacidade de execução dos empreendedores é muitas vezes mais importante do que a própria ideia apresentada.

Financeiro:

Além das projeções financeiras como metas, tempo e capital necessários para alcançar o break-even, ou seja, o ponto de equilíbrio do negócio. É extremamente interessante que você já apresente os resultados alcançados até o momento e se ainda não tiver um resultado financeiro, então demonstre que você já conquistou de alguma forma uma base considerável de clientes ou de potenciais clientes.

Expectativas:
Mostre uma projeção de cenários em um período de até 5 anos.

Investimento:
Demonstre como o investimento será usado de maneira eficiente e como o percentual de participação oferecido justifica o investimento financeiro e intelectual do anjo.

Quer mais dicas de como fazer um bom pitch? Clique aqui e saiba mais sobre o tema. Não deixe de nos acompanhar também no nosso Canal no YouTube nesse link.

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)