]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Cocriação é tema de novo episódio da série
Design Hoje!: Cidade-se
Por Redação em 08/11/2016
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Filme apresenta realizações no mundo e no Brasil impulsionadas por iniciativas baseadas na inteligência coletiva

"Na era da colaboração e da cocriação, a maior rede social são as cidades." Essa é uma das declarações de Gil Giardelli, professor de pós-graduação e MBA da ESPM, apresentadas no filme "A Era dos Makers", novo episódio da série "Design Hoje!: Cidade-se", exibido nas salas de cinema premium de São Paulo e do Rio de Janeiro. Os "makers", na linguagem popular, os realizadores, são tema do vídeo que aborda assuntos relacionados à cultura colaborativa e à cocriação contemporânea no Brasil e no mundo.


Mas, afinal, o que é cocriação? É muito mais que um conceito de marketing. Na prática, é quando cidadãos e corporações participam de um processo criativo que agrega valor à construção de algo, seja negócio ou produto, que pode beneficiar a comunidade em que estão inseridos. "Ter o conhecimento e não realizar é a mesma coisa que não saber. Trabalhando coletivamente, as pessoas podem prototipar, construir, consertar, modificar, fabricar distribuir e vender os mais diversos tipos de objetos e projetos", explica Giardelli.

O filme, uma realização da Gafisa, cita a feira mundial "Make Faire" e sua contribuição para a disseminação do conceito de cultura colaborativa no mundo. Outro tema abordado é o antigo centro de imprensa dos Jogos Olímpicos de Londres, que se tornou um espaço que abriga universidades, empresas de tecnologia e startups na capital da Inglaterra.

Além disso, Gil Giardelli reforça o poder da China como um país promissor para pessoas com ideias, "espaços hackers, aceleradores de softwares e startups, uma nova geração que gosta de correr riscos, com alto grau de estudo e extremamente criativa". Nos Estados Unidos, o governo criou o manifesto "Uma Nação de Fazedores". A iniciativa considera a "Revolução dos Makers" um caminho para a criação de novos empregos e indústrias nas próximas décadas.

Já no âmbito nacional, um fato relevante nesse cenário da cocriação mostrado na série teve início no litoral do estado de São Paulo. "Como ensinar matemática em uma escola pública onde a repetência é altíssima e os alunos estão desinteressados?". Esse foi o questionamento de um professor da cidade de Ubatuba que, com uma colaboração da NASA, encabeçou uma jornada da primeira escola da América Latina a colocar um nano satélite em volta da Terra.

Na cidade de São Paulo, um empreendimento foi cocriado por meio de mensagens no Facebook. A Gafisa lançou nas redes sociais, em 2011, uma campanha em que as pessoas poderiam compartilhar opiniões sobre o que gostariam de ter em seu prédio. Os motes foram tecnologia, sustentabilidade e lazer. As ideias selecionadas originaram o "Follow the Eureka Building", primeiro empreendimento construído a partir de contribuições de internautas, entregue esse ano.

Todos esses exemplos são realizações baseadas na inteligência coletiva, que vem ganhando cada vez mais espaço no debate contemporâneo. "Nossa cidade é um organismo vivo, que depende da sua ajuda para funcionar. E você é o fator principal", conclui Giardelli.

Por meio da série "Design Hoje!", que está na segunda temporada, "Cidade-se", a Gafisa segue acompanhando as tendências do mercado e os hábitos do consumidor. "A construtora sempre se preocupou em gerar conteúdo e tem buscado cada vez mais interagir com o seu público, embasada e preocupada com o futuro das cidades", reforça André Chagas, Gerente de Marketing Institucional da companhia.

O filme "A Era dos Makers" será veiculado até o dia 23 de novembro nos cinemas e também pode ser visualizado no canal do YouTube da Gafisa.

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)