]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Parcel Shop: saiba mais sobre essa tendência do e-commerce
Veja as vantagens desse esquema logístico onde todo mundo ganha
Por Tiago Bosco em 21/07/2017
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!


Colaborou com essa reportagem: AbraHosting (Associação Brasileira de Empresas de Infraestrutura de Hospedagem na Internet) - http://abrahosting.org.br e Hostnet (Colaborou com essa reportagem: AbraHosting (Associação Brasileira de Empresas de Infraestrutura de Hospedagem na Internet) - http://abrahosting.org.br e UOL Host (www.uolhost.com.br)

Em algumas situações, o frete ainda é um dos fatores que prejudicam as vendas das lojas virtuais. Primeiro, porque como há um custo para enviar a mercadoria, ele encarece o valor pedido final. E segundo porque, às vezes, o prazo de entrega é muito longo e o consumidor precisa do produto logo, principalmente no caso de datas comemorativas.

Mas e se existisse uma solução que resolvesse esses dois problemas: barateasse o frete e possibilitasse o acesso mais rápido ao produto? Saiba que ela existe e já é bem adotada em outros países da Europa e nos Estados Unidos e está ganhando força aqui no Brasil. Estamos falando do Parcel Shop.

O que é e por que é tão atraente para o consumidor?
O conceito envolve a criação de uma rede de lojas e estabelecimentos parceiros que funcionam como centros de distribuição para facilitar a vida do consumidor.

Isso significa que o cliente poderia, por exemplo, comprar uma jaqueta na sua loja virtual favorita e retirá-la em uma barbearia, ou em um mercadinho de bairro, ou em uma doceria.

Enfim, as opções são milhares. Em vez de mandar o produto direto para a casa do cliente, fazê-lo gastar mais com o frete e deixá-lo depender dos serviços de entrega, a mercadoria é enviada para um comércio parceiro.

Aqui só há uma regra, o local de retirada precisa ser próximo do consumidor, para que ele possa pegar o produto sem transtornos. No momento da compra, o cliente informa o endereço e recebe uma lista de Parcel Shops disponíveis nas imediações. Aí é só esperar o produto chegar e ir lá retirá-lo.

Essa modalidade também é uma ótima ideia para pessoas que dificilmente estão em casa, seja por trabalhar ou estudar o dia todo, ou por estar sempre viajando. Dependendo do cronograma do consumidor, é possível pedir entrega mais perto do trabalho, faculdade, ou do hotel onde ele se encontra.

Além disso, os consumidores que têm uma rotina mais agitada e pouco tempo livre também podem escolher Parcel Shops que tenham atendimento 24 horas, como as lojas de conveniência ou farmácias.

Como ficam os empreendedores?
Para quem vende na internet, também existem muitas vantagens em trabalhar com parceiros. Para começar, há uma drástica diminuição nas fraudes. Afinal, quem vai querer dar um golpe em uma loja e depois ter que ir, com a cara e a coragem, retirar o produto?

O custo de logística reversa também diminui bastante, já que, como o valor de transporte entre os estoques das lojas virtuais e as Parcel Shops já foi calculado e cobrado, sai muito mais barato trazer uma mercadoria devolvida ou avariada de volta para a loja.

E o que o Parcel Shop ganha com isso?
Talvez você esteja pensando "Ok, o consumidor ganha, a empresa que vendeu o produto ganha. Mas e o parceiro? Como fica?". Os estabelecimentos que criam essas parcerias com os e-commerces também têm muito a ganhar!

Vamos imaginar que você tenha uma cafeteria que recebe, em média, 50 pessoas por dia. Depois de se tornar um Parcel Shop, passa a receber mais 10 pessoas que, diariamente, vão até o seu estabelecimento retirar produtos.

Se sua cafeteria abrir 6 dias por semana, 60 pessoas vão conhecer sua marca por semana e cerca de 240 por mês! Visitando seu estabelecimento para retirar os pedidos, elas podem parar para tomar um café, comer um salgado ou um bolo, e, até mesmo, indicar o local para um amigo. Agora pareceu mais vantajoso firmar uma parceria, não é mesmo?

Além de ter a chance de receber novos clientes, as Parcel Shops também recebem uma remuneração acordada diretamente com a empresa contratante, o que também contribui para o aumento do faturamento.

Em resumo, o consumidor economiza e recebe seus produtos mais rápido; quem vendeu garante a satisfação do cliente e mais segurança nos seus processos; e os parceiros geram uma renda extra e atraem novos consumidores para os seus negócios. Todo mundo ganha!

Fonte: UOL Host (www.uolhost.com.br)

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)