]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Formou-se em Desenho Industrial em 1995. Realizou pesquisa de Cores e Semiótica na PUC-RIO e possui MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas onde ganhou, em 2007, o prêmio Excelência em Gerência de Projetos no PMDay. Há 18 anos opera a agência de presença digital DIZ"AIN.
O Marketing Digital no Brasil
Dos anos 90 até os dias de hoje - 01/10/2014
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Olá, leitores! Antes de mais nada, gostaria de me apresentar, já que estou inaugurando aqui na Wide como colunista. Sou Diretora de Operações da DIZAIN Presença Digital, agência de comunicação integrada com sede no Rio de Janeiro. É uma grande honra escrever para essa revista que faz parte da formação e amadurecimento do mercado digital nacional.

Outubro é sempre um mês nostálgico para mim, pois é o mês em que a DIZAIN faz aniversário. Por esse motivo, decidi fazer meu artigo de abertura sobre o momento do mercado de marketing digital. Atingiremos a maioridade, completando 18 anos em 2014. Pode parecer muito, mas de fato somos adolescentes. Quer saber por que?

"... 73% das pessoas utiliza a internet enquanto vê TV, revelando a atualidade do conceito "Second Screen"


1996 foi um grande ano. Diversas empresas decidiram separar verba para investir no ambiente digital e ter seus sites na tal INTERNET. Estávamos diante de um terreno inexplorado e repleto de oportunidades. Meu lado empreendedor via que estávamos diante de uma revolução semelhante à Revolução Industrial e eu precisava fazer parte dessa história que tinha total relação com inovação.

Muitas agências, assim como nós, nasceram conscientes de que precisariam ser ágeis e resilientes, pois muitas mudanças viriam pela frente. Descobrimos juntos como fazer marketing nesse novo ambiente, que veio para transformar a forma como nos relacionamos e consumimos conteúdo.

Segundo o IAB - Interactive Advertising Bureau, 73% das pessoas utiliza regularmente a internet enquanto vê TV, revelando a atualidade do conceito "Second Screen", e 43% passa pelo menos 2 horas por dia navegando por diferentes canais.

"McNellis aposta em um ciclo de 20 anos para que empresas se adaptem às necessidades desse novo consumidor"


O comportamento humano mudou em uma velocidade assustadora e nos trouxe desafios ainda maiores, pois colocou o consumidor no centro das estratégias de marketing. Hoje, precisamos focar na personificação da marca e no relacionamento com os clientes, que cada vez mais buscam por marcas que os empolguem e que, acima de tudo, os respeitem. Construir essa admiração e essa voz é um desafio maravilhoso.

Com isso surge a pergunta: nossos clientes estão conseguindo acompanhar todas essas mudanças? Como suas marcas estão sendo percebidas no ecossistema digital?

McNellis, da empresa de pesquisa de mercado e tecnologia Forrester, aposta em um ciclo de 20 anos para que empresas se reinventem e se adaptem às necessidades desse novo consumidor. Isso é especialmente desafiador e animador, pois por mais que tenhamos construído muita coisa nesses 18 anos de mercado, vemos que ainda temos um caminho enorme pela frente e muito a contribuir junto a grandes marcas.

E aí vem a beleza do marketing digital: é possível medir praticamente tudo. Ou seja, é possível arriscar com controle, sabendo exatamente o que está acontecendo em cada ponto das ações. É a criatividade orientada a resultados mensuráveis.

Quer que eu fale sobre algum tema específico? Envie sua sugestão por e-mail para wide@dizain.com.br.

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)